A Vida Mais Alta

A Vida Mais Alta

terça-feira, 24 de julho de 2012

As cartas psicografadas por Chico Xavier - trailer oficial


 Um filme dirigido por Cristiana Grumbach

 Documentário As cartas psicografadas por Chico Xavier é um filme de conversas e silêncio. Mães e pais que perderam filhos, procuraram Chico, receberam cartas. Sentimentos, lembranças, imagens da falta de alguém. A procura por alento para a dor sem nome. As palavras chegam em papel manuscrito. As cartas são lidas. Sobreviver a isso, viver ainda assim. As cartas são os elos entre mães e filhos, entre Chico e essas mães e seus filhos, entre o público e o filme.

Dica de Teatro - "O AMOR VENCEU"

"O AMOR VENCEU" - LUCIUS ZIBIA GASPARETTO
EM CARTAZ - TODOS OS DOMINGOS AS 18:30H -  LUCIUS- ZIBIA GASPARETTO

Teatro Grande Otelo 800 lugares
Al. Nothmann, 233- fone 3221.9878
valor do ingresso 50,00 inteira/ 25,00 meia
acima de 10 pessoas 20,00
   GRUPOS DE CASAS ESPIRITAS- 15,00    
Estacionamento conveniado 10,00 rampa p deficiente/ cadeira para obeso
Bilheteria mas para casas espiritas preços super especiais.
Estou a disposição para qualquer esclarecimento.
abraços fraternos
Lucienne Cunha
f:. 2081.3622/ 9503.4838
Estudar e conhecer. Agir e transformar. -
“A maior caridade que podemos  fazer pela                
Doutrina Espírita é a sua divulgação” Emmanuel.
 

terça-feira, 17 de julho de 2012

Animado de Chico Xavier "Pequeno Grande Chico" - Little Great Chico

Trailler do Desenho

Animado de Chico Xavier "Pequeno Grande Chico" -Little Great Chico
Por enquanto, em inglês: assistam emhttp://www.youtube.com/watch?v=S1Fr2cXqCmQ
Será sucesso com certeza, vamos vibrar para que possa ser transmitido com muito AMOR
às nossas crianças. Esta série sobre Chico Xavier e seus lindos ensinamentos em desenho animado certamente será fantástica...É ainfluência benéfica do Cristo, em tempos de transição planetária...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Pílulas de Luz

Homeopatia Espiritual
O jovem aproxima-se do leito do hospital, um senhor com cabelos muito brancos respira com extrema dificuldade, seus olhos estão ligeiramente abertos, a mulher ao lado do leito levanta um olhar carinhoso em direção ao recém-chegado.
“Filho, eis aqui seu pai, ele precisa falar com você, tem pedido isso todos os dias a Deus.”
“Pai? Jamais tive um pai, esse é simplesmente aquele homem que nos abandonou por conta de uma aventura, deixou a família largada à própria sorte.” – não consegue ter qualquer sentimento por aquele homem, seu coração está fechado para aquele ser.
Nesse momento o senhor abre os olhos, um olhar triste, estende a mão em direção ao jovem, implorando por um pequeno gesto de aproximação.
“Filho, sei o quanto errei e todo o mal que fiz a vocês. Tenho pedido todos os dias ao Pai que me permitisse encontrar você e sua mãe, uma ultima vez que fosse. Errei, fui egoísta, não posso corrigir nada do que fiz, mas peço o seu perdão!” – a respiração torna-se mais intensa e difícil, o jovem mostra-se impassível.
A mãe aproxima-se do filho, passa a mão em sua cabeça, olha em seus olhos, segura seu rosto com as duas mãos, para em seguida colocar uma delas sobre o seu coração.
“Perdoa, filho! Pelo amor que nos guiou e iluminou todos os nossos dias até hoje, perdoa! Tira essa ferida do seu espírito, deixa Jesus curá-la com o bálsamo do seu divino amor.”
O jovem sente um intenso calor envolvê-lo, alguém de maneira invisível o ajuda a estender a mão para aquele triste senhor, ao se tocarem, o senhor abre os olhos, puxa a mão do filho e beija-a.
“Filho, preciso do seu perdão! Me dá sua benção.” – lágrimas escorrem agora pelo seu rosto de maneira incontrolável, o coração arrependido procura pelo coração machucado, fechado ao amor.
“Eu te perdôo, de todo meu ser, de todo meu espírito, Deus o abençoe, me dá sua benção Pai!” – o jovem ajoelha-se ao lado do leito, e após beijar a mão do pai, leva-a até o seu peito.
Aquele senhor com um rosto tão sofrido, respira profundamente, esboça um sorriso, cerra os olhos e desencarna. A mãe levanta então o filho, os dois se abraçam, choram intensamente, sentem-se leves e abraçados pelo Mestre naquele momento.
GOTA DE LUZ : Na jornada, magoamos e somos magoados. A mágoa como ferida não cicratiza se não tratada com o único remédio que a cura, o amor em plenitude, o perdão. Perdoar não é concordar com o ato cometido, é colocar o bálsamo divino sobre a ferida. Curada a ferida, regenera-se o espírito.
“À semelhança de ácido que corrói a superfície na qual se encontra, a mágoa desgasta, a pouco e pouco, as peças delicadas das engrenagens orgânicas do homem......quem acumula mágoas, coleciona lixo mental.” Joana de Ângelis
“Reconciliai-vos o mais depressa possível com o vosso adversário, enquanto estais com ele a caminho....” (Mateus, cap. V)

http://homeopatiaespiritual.blogspot.com.br/

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Chico Xavier mantém viva a saudade após 10 anos de desencarnação

Chico Xavier mantém viva a saudade após 10 anos de desencarnação
Há dez anos o médium Francisco Cândido Xavier retornava à Pátria Espiritual. Deixou exemplos de amor, dedicação e humildade. Viveu plenamente os ensinamentos de Jesus durante seus 92 anos de existência física.
Nasceu em 02 de abril de 1910, em Pedro Leopoldo, Minas Gerais, perdeu a mãe muito cedo e teve uma experiência difícil com a madrasta.
Chico se diferenciava de crianças “comuns”, pois via e conversava com espíritos
Sua família sentia-se incomodada devido ao assédio de pessoas que o procurava constantemente em busca de auxílio, desta forma, Chico resolveu mudar-se para Uberaba (MG), onde viveu até seus últimos dias aqui na Terra.
A prática da caridade foi uma de suas características mais marcantes, uma missão moral, espiritual e material, principalmente no aconselhamento aos aflitos que o procurava desde a juventude, com a sabedoria em ouvir e oferecer palavras de conforto e esperança. Nos casos mais graves, como situações de obsessão e desequilíbrio, recorria à orações e passes magnéticos.
Aos necessitados de auxílio material, doava alimentos e roupas. Era comum presenciar filas quilométricas pelo bairro onde Chico morava, formada por pessoas muito humildes à procura de alimento. Da mesma forma era comum presenciar Chico com voluntários no trabalho de doação de pão que muitas vezes era o único alimento. Os agraciados com este ato de generosidade, aceitavam de bom grado o lhes era oferecido, sem reclamar. Às vezes, algum dinheiro também era doado nos casos mais urgentes, esse dinheiro vinha por meio de doação de amigos do médium.
“Às vezes queremos uma libertação antecipada de nossas dores. Muitas provas foram escolhidas por nós, antes de renascermos, para não incidirmos nos mesmos erros. A libertação antecipada pode ser uma ruína, não um benéfico para nós. A doença do corpo pode significar a cura do espírito”. Chico Xavier
Chico Xavier amava e respeitava os animais e as plantas e, naturalmente demonstrava esse gesto nobre conversando e cuidando deles. Ele viveu os desafios da vida e aprendeu a superá-los com grandeza e humildade, tornando-se um dos maiores exemplos aos que também passam por dificuldades. Ficou conhecido como o homem chamado amor.
A mediunidade de psicografia chamava a atenção de multidões em busca de conforto ou ainda por mera curiosidade. Representantes da NASA - Agência Espacial Americana chegou a procurar o médium, com o objetivo de estudar sua aura. O resultado da pesquisa feita com aparelhos específicos surpreendeu a equipe da NASA ao constatar um campo energético em torno de Chico Xavier com 10 metros de diâmetro.
Um dos fatos que marcou a trajetória de Chico Xavier relata a visita de dois repórteres fingindo ser estrangeiros para entrevistar tentar desmistificar o médium. Depois da entrevista Chico os presenteou com livros. Um dos repórteres já em sua residência notou que o livro estava autografado por Chico Xavier, citando o verdadeiro nome do rapaz que, no dia seguinte chamou a atenção do colega para que também verificasse seu livro. Ambos ficaram surpresos com a revelação da farsa, de forma discreta, porém evidenciando a faculdade mediúnica de Chico Xavier.
Chico Xavier adorava entregar rosas Chico recebeu muitos presentes em retribuição a sua atenção e dedicação, mas revertia tudo em auxílio ao próximo. O mesmo acontecia com os direitos autorais dos livros que psicografou, ou seja, todas as obras publicadas por Chico Xavier foram doadas para instituições de caridade.

“Eu não posso transferir a minha certeza àqueles que me ouvem” Chico Xavier
O primeiro livro psicografado por Chico foi Parnaso de Além-Túmulo ditado por 56 poetas brasileiros e portugueses com provas subjetivas da sobrevivência da alma após o desencarne. Cruz e Souza, nascido em Santa Catarina em 1861 e desencarnou em 1898 aos 37 anos, foi um dos poetas de emotividade. O poema abaixo foi ditado pelo referido espírito e faz parte do mesmo livro.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Jesus e Atualidade

Jesus e a Humanidade

Jesus-Homem é a lição de vida que haurimos no Evangelho como convite ao homem que se deve edificar.
Não havendo criado qualquer doutrina ou sistema, Jesus tornou a Sua vida o modelo para que o homem se pudesse humanizar, adquirindo a expressão superior.
No Seu tempo, e ainda agora, o homem tem sido símbolo de violência, prepotência e presunção, dominador exterior, estorcegando-se, porém, na sua fragilidade, nos seus conflitos e perecibilidade.
Após os Seus exemplos surgiu um diferente homem: humilde, simples, submisso e forte na sua perenidade espiritual.
Enquanto os grandes pensadores de todos os tempos estabeleceram métodos e sistemas de doutrinas, Ele sustentou, no amor, os pilotis da ética humanizada para a felicidade. Não se utilizou de sofismas, nem de silogismos, jamais aplicando comportamentos excêntricos ou fórmulas complexas que exigissem altos níveis de inteligência ou de astúcia.
Tudo aquilo a que se referiu é conhecido, embora as roupagens novas que o revestem. Utilizou-se de um insignificante grão de mostarda, para lecionar sobre a fé; recorreu a redes de pesca e a peixes, para deixar imperecíveis exemplos de trabalho; a semente caindo em diferentes tipos de solos, para demonstrar a diversidade de sentimentos humanos ante o pólen de luz da Sua palavra. O "Sermão da montanha" inverteu o convencional e aceito sem discussão, exaltando a vítima inocente ao invés do triunfador arbitrário; o esfaimado de justiça, de amor e de verdade, em desconsideração pelo farto e ocioso, dilapidador dos dons da vida. Jesus é a personagem histórica mais identificada com o homem e com a humanidade.
Todo o Seu ministério é feito de humanização, erguendo o ser do instinto para a razão e daí para a angelitude. Igualmente, é o Homem que mais se identifica com Deus. Nunca se Lhe refere como se estivesse distante, ou fosse desconhecido, ou temível. Apresenta-O em forma de Amor, amável e conhecido, próximo das necessidades humanas, compassivo e amigo. Reformula o conceito mosaico e atualiza- o em termos de conquista possível, aproximando os homens d’Ele pela razão simples de Ele estar sempre próximo dos indivíduos que se recusam a doar-se-Lhe em amor. Referindo-se ao "reino", não o adorna de quimeras nem o torna pavoroso; antes, desperta nos corações o anelo de consegui-lo na realidade da transcendência de que se reveste. Nega o mundo, sem o maldizer, abençoando-o nas maravilhosas paisagens nas quais atende a dor, e deixa-se mergulhar em meditações profundas sob o faiscar das estrelas luminosas do Infinito.
Jesus, na humanidade, significa a luz que a aquece e a clareia. Se te deixaste fossilizar por doutrinas ortodoxas que pretendem n’Ele ter o seu fundador, renasce e busca-O, na multidão ou no silêncio da reflexão, fazendo uma nova leitura das Suas palavras, despidas das interpretações forjadas.
Se te decepcionaste com aqueles que se dizem seguidores d’Ele, mas não Lhe vivem os exemplos, olvida-os, seguindo- O na simplicidade dos convites que Ele te endereça até agora e estão no conteúdo das Suas mensagens, ainda avivas quão ignoradas.
Se não Lhe sentiste o calor, rompe o frio da tua indiferença e faze-te um pouco imparcial, sem reações adrede estabelecidas, facultando-Lhe penetrar-te o coração e a mente. Na tua condição humana necessitas d’ Ele, a fim de cresceres, saindo dos teus limites para o infinito do Seu amor. Jesus veio ao homem para humanizá-lo, sem dúvida. Cabe-te, agora, esquecer por momentos das tuas pequenezes e recebê-Lo, assim cristificando-te, no logro da tua realização plena e total.

Autor: Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Franco. Livro: Jesus e Atualidade

Melindres no Centro Espírita Palestrante: Graça Maciel

       Palestra realizada no dia 29/04/12 no Grupo Espírita Allan Kardec com o tema:  
                       Melindres no Centro Espírita Palestrante: Graça Maciel    

Link do vídeo:
Melindres no Centro Espírita por Graça Maciel

domingo, 25 de março de 2012

FILMES ESPÍRITA:: "Área Q" :: e "A VIDA CONTINUA"

:: FILME ESPÍRITA :: "Área Q" ::  Nos cinemas dia 13 de abril 2012.
A busca de um pai por seu filho acaba levando a uma descoberta extraordinária no interior de uma cidade no Ceara conhecida
 como Área Q.
Assista ao trailer
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vhFCPiUK4_4#!
0________0_____________0________________0________________0_______________________0_____________________0_______________0
::  FILME ESPÍRITA ::   “E a Vida Continua”

Com um dos diretores o cineasta Oceano Vieira de Melo, Filme adaptado do livro

“E A VIDA CONTINUA”, de André Luiz, psicografado por Chico Xavier.

 ::  Em Agosto de 2012, o público verá nos cinemas brasileiros uma história fascinante.
 E a vida continua...

 Filme adaptado do livro “E A VIDA CONTINUA”,
 de André Luiz, psicografado por Chico Xavier.

 Direção e Roteiro: Paulo Figueiredo
 Produção:  Versátil Digital Filmes e VerOuvir Produções
 Produtores: Oceano Vieira de Melo, Sonia Marsaiolli de Melo
 e Paulo Figueiredo
 Produtores Associados: FEB / VerOuvir / Versátil Digital Filmes
 Distribuição Paris Filmes

 Coordenação de Produção: Ricardo Parah
 Gerência de Produção: Giselle Figueiredo
 Produção de Elenco:Rosana Penna
 Direção de Arte/Figurino: Liana Obata
 Direção de fotografia: Tony Ciambra
 Câmera:  Bruno Martins e Edson Audi 
 Som direto:  Gustavo Goulart e Geraldo Ribeiro
 ::::  Clique abaixo e leia a sinopse:
http://www.cinematranscendental.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=69&Itemid=17

quarta-feira, 21 de março de 2012

PAI NOSSO - Espírito: Meimei

PAI NOSSO
Espírito: Meimei
Livro - 047 / Ano - 1952 / Editora - FEB


Meimei não é somente valorosa missionária do bem e da luz, em nosso círculo de ação, mas também devotada orientadora de crianças e que se desvela, no mundo espiritual, pela formação da mente infantil à claridade do Evangelho Redentor.
Colocando a sensibilidade a serviço da inteligência, em seu formoso ideal de servir, tomou a prece dominical e, com ela, compôs o delicado poema de comentários e contos, lendas e observações que vamos ler, recordando as lições inesquecíveis do nosso Divino Mestre.
Para todas as situações difíceis e para todos os problemas da luta humana encontrou na oração do Senhor um ensino e uma solução, um apontamento e uma bênção, oferecendo-os às crianças, nestas páginas que constituem fragmentos luminosos do seu coração, em forma de letras.
Que Deus lhe multiplique as energias, na plantação do bem, e que os raios de amor da sua abençoada maternidade espiritual se irradiem, com crescentes fulgurações, por toda a parte, em favor dos pequeninos, são os nossos votos.

Emmanuel
(Pedro Leopoldo , 12 de junho de 1952)

PAI NOSSO, QUE ESTÁS NOS CÉUS
Quando Jesus começou a prece dominical, satisfazendo ao pedido dos
companheiros que desejavam aprender a orar, iniciou a rogativa, dizendo
assim:
— Pai Nosso, que estás nos céus...
O Mestre queria dizer-nos que Deus, acima de tudo, é nosso Pai.
Criador dos homens, das estrelas e das flores.
Senhor dos céus e da Terra.
Para Ele, todos somos filhos abençoados. Com essa afirmativa, Jesus
igualmente nos explicou que somos no mundo uma só família e que, por isso,
todos somos irmãos, com o dever de ajudar-nos uns aos outros.
Ele próprio, a fim de instruir-nos, viveu a fraternidade pura, auxiliando os
homens felizes e infelizes, os necessitados e doentes, mostrando-nos o
verdadeiro caminho da perfeição e da paz.
Na condição de aprendizes do nosso Divino Mestre, devemos seguir-lhe
o exemplo.
Se sentirmos Deus como Nosso Pai, reconheceremos que os nossos
irmãos se encontram em toda parte e estaremos dispostos a ajudá-los, a fim de
sermos ajudados, mais cedo ou mais tarde. A vida só será realmente bela e
gloriosa, na Terra, quando pudermos aceitar por nossa grande família a
Humanidade inteira.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Autor Emmanuel / Médium Francisco Cândido Xavier

“E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.”
– Paulo. (II Tessalonicenses, 3:13).

É muito comum encontrarmos pessoas que se declaram cansadas de praticar o bem. Estejamos, contudo, convictos de que semelhantes alegações não procedem de fonte pura.

Somente aqueles que visam determinadas vantagens aos interesses particularistas, na zona do imediatismo, adquirem o tédio vizinho da desesperação, quando não podem atender a propósitos egoísticos.

É indispensável muita prudência quando essa ou aquela circunstância nos induz a refletir nos males que nos assaltam, depois do bem que julgamos haver semeado ou nutrido.

O aprendiz sincero não ignora que Jesus exerce o seu ministério de amor sem exaurir-se, desde o princípio da organização planetária. Relativamente aos nossos casos pessoais, muita vez terá o Mestre sentido o espinho de nossa ingratidão, identificando-nos o recuo aos trabalhos de nossa própria iluminação; todavia, nem mesmo verificando-nos os desvios voluntários e criminosos, jamais se esgotou a paciência do Cristo que nos corrige, amando, e tolera, edificando, abrindo-nos misericordiosos braços para a atividade renovadora.

Se Ele nos tem suportado e esperado através de tantos séculos, porque não poderemos experimentar de ânimo firme algumas pequenas decepções durante alguns dias?

A observação de Paulo aos tessalonicenses, portanto, é justa. Se nos entediarmos na prática do bem, semelhante desastre expressará em verdade que ainda nos não foi possível a emersão do mal de nós mesmos.

Pão Nosso – Psicografia: Francisco Cândido Xavier – Ed.: FEB.

Nos Passos Do Mestre

Nos Passos Do Mestre
Confira as salas que estão exibindo o filme Nos Passos do Mestre a partir do dia 14/04, em São Paulo, Campinas, Sorocaba, Matão, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Rio de Janeiro,Belém e Manaus. Prestigie a obra para que mais salas se interessem por exibí-la!

Chico Xavier - O Filme

Chico Xavier - O Filme
Mais de 3.000.000 de pessoas já assitiram ao filme Chico Xavier. Clique na foto e assista!

As Mães de Chico Xavier - Filme Completo

As Mães de Chico Xavier - Filme Completo
Clique na imagem para assitir!!

Trailer do Filme - E a vida continua...

Trailer do Filme - E a vida continua...
Trailer filme "E a Vida Continua" exibido no 6º Congresso Espírita Mundial..Clique na imagem para assistir!!

Nosso Lar - Muitos mundos, muitas vidas...

Nosso Lar - Muitos mundos, muitas vidas...
Já parou pra refletir o que vc faz aqui??...Reencarnação questão de justiça!!! Clique na imagem para assistir!!

O Filme dos Espiritos

O Filme dos Espiritos
Clique na imagem e assista ao Filme completo!!